Ir para o conteudo 1

Usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no Portal Dataprev. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nosso Aviso de PrivacidadeAo continuar navegando, você confirma que leu, compreendeu e consente com a utilização de cookies.

Atualizado em: 
dom, 20/11/2022 - 13:29

Presidente Gustavo Canuto apresentou contribuição da Dataprev no setor e as soluções tecnológicas que auxiliam diretamente o cidadão

Na tarde desta quarta-feira (16), o presidente da Dataprev, Gustavo Canuto, participou do Painel “Desafios da Previdência Social no Mundo” do Congresso Internacional de Gestão da Previdência Social (Congeps). “Assistência, trabalho e previdência, essa é a jornada do cidadão, é a nossa rampa social. Então, a gente enxerga como uma escada, que começa como assistência, evolui para o trabalho, se encerra na previdência, e o Estado brasileiro tendo um papel fundamental”, explicou ao falar sobre a visão da ascensão socioeconômica do cidadão.

Integrando a tecnologia, Canuto destacou três pilares que podem auxiliar o papel do Estado nas políticas públicas. São eles: prioridade, que permite ao Estado, através da tecnologia, identificar a parcela da população mais vulnerável. “É conseguir, em cima do todo, ver os mais vulneráveis, por que se nós não podemos atender todos, que possamos atender os que mais precisam”, afirmou.

O segundo é efetividade, que identifica as políticas públicas específicas mais adequadas para cada grupo da população. Por fim, o terceiro pilar é a responsabilidade, que consiste em reconhecer de forma mais precisa os direitos do cidadão para conseguir prestar o benefício no tempo que aquele indivíduo, com suas especificidades, precisa.

A partir dos três pilares, a Dataprev trabalha levando facilidade, rapidez e precisão em seus sistemas para garantir aos segurados um atendimento eficaz. Um exemplo da atuação e alcance da empresa é a plataforma ‘Meu INSS’, que possui 112 serviços digitais e 39,4 milhões de acessos mensais, frente aos 1,8 milhão de atendimentos presenciais por mês.

Com o aprimoramento dos sistemas, a Dataprev garantiu atendimento mais célere e eficiente, chegando, no mês de agosto de 2022, à marca de 550 mil requerimentos despachados em um mês, sendo mais de 130 mil de forma automática.

Canuto finalizou lembrando que a Previdência Social brasileira é muito grande. Segundo sua visão de especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental do Ministério da Economia, é quase impossível investir 100% em um atendimento presencial eficiente. Com isso, destacou que o modelo híbrido, unindo o digital às agências e atendimentos físicos seguem sendo a melhor opção. Isso porque leva-se em consideração a situação geográfica, desenvolvimento da região específica e condições sociais. “Nós temos o presencial, o digital e é assim que a gente avança”, enfatizou.

A mediação foi realizada pelo presidente do INSS, Guilherme Serrano, e contou com participação no debate do secretário-geral da Conferência Interamericana da Segurança Social (CISS), Álvaro Velarca; e do diretor do Centro Interamericano de Estudos de Segurança Social (CIESS), Emílio Carrasco.

A Previdência Social contempla cerca de 70 milhões de trabalhadores brasileiros, sendo mais de 36,4 milhões de benefícios pagos que injetam R$ 55 bilhões na economia todo mês. De acordo com o INSS, a maior parte desses benefícios – mais de 21 milhões – são aposentadorias pagas aos 21,8 milhões de aposentados pelo Instituto.

 

Congeps

Promovido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em parceria com o Ministério do Trabalho e Previdência (MTP) e o Tribunal de Contas da União (TCU), o Congeps seguirá até a sexta-feira (18). A Dataprev é patrocinadora do Congresso em conjunto com Correios e Associação Nacional dos Servidores da Previdência Social (Anasps).

O Congresso conta com dois mil congressistas, com a participação de mais de 15 países de forma presencial e on-line, além de mais de 40 palestrantes nacionais e internacionais.

A Dataprev também estará presente nesta quinta-feira (17), às 14h15, no Painel: “Transformando Dados em Resultados para o Estado’’, com participação da superintendente de Produtos de Dados e Análise da Diretoria de Produtos e Soluções. Na sexta-feira (18), às 8h48, o diretor de Relacionamento e Negócios, Alan Santos, estará na Conferência: Os desafios do futuro digital. Confira a programação.

O presidente Gustavo Canuto também participou da cerimônia de abertura realizada nesta quarta-feira (16). Saiba mais.