Ir para o conteudo 1 Ir para o menu principal2 Pular lista Órgãos de Governo3
Fim da lista órgãos do governo

Usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no Portal Dataprev. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nosso Aviso de PrivacidadeAo continuar navegando, você confirma que leu, compreendeu e consente com a utilização de cookies.

Atualizado em: 
seg, 05/12/2022 - 14:42

Acumulado em 2022 chega a 2,3 milhões de postos de trabalho. Dados são compilados em sistemas desenvolvidos pela Dataprev

Brasil registrou 159 mil novos empregos formais em outubro, aponta Novo CagedO relatório do mês de outubro do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) registrou um saldo positivo de 159.454 mil novos postos de trabalho no Brasil. Considerando o acumulado ao longo de 2022, são 2,3 milhões de vagas de emprego formal criadas no País. Esses e outros dados, compilados em sistemas desenvolvidos pela Dataprev, foram divulgados em entrevista coletiva realizada pelo Ministério do Trabalho e Previdência (MTP), nesta terça-feira (29). 
 
O saldo positivo em outubro, tal qual nos últimos meses, foi distribuído por todo o País e em todos os setores da economia. O maior volume de novas vagas, no entanto, foi registrado em São Paulo, que gerou 60.404 empregos formais no último mês, com destaque para os segmentos de Serviços (+37.275) e Comércio (+14.192).
 
De modo geral, o destaque foi mesmo para a região Sudeste, com um crescimento de mais de 80.740 novos postos de trabalho.
 
Numa análise por setores, o segmento de Serviços lidera a maior concentração de vagas, com geração de 91.294 empregos formais em outubro. Já o setor de Comércio registrou um total de 49.356 novas oportunidades de trabalho, sobretudo considerando a aproximação do final de ano. Indústria e a Construção Civil também seguiram crescendo, com mais 14.891 e 5.348 postos de trabalho gerados, respectivamente. Saldo negativo somente na Agropecuária, com -1.435 empregos formais no mês.
 
Acumulado
 
O balanço com os resultados de outubro do Novo Caged mostra um acumulado de 2.320.252 empregos em 2022, decorrente de 19.445.198 admissões e 17.124.946 desligamentos. O setor da Construção Civil foi o destaque, com um crescimento de mais de 12,5% no estoque de empregos formais (288.517). Contudo, o saldo positivo no acumulado do ano também foi verificado no segmento de Serviços, com geração de 1.263.899 empregos, e na Indústria chegando a 391.346 novas vagas.
 
Os dados completos do Novo Caged estão disponíveis para consulta neste link.
 
**Com informações do Ministério do Trabalho e Previdência.