Atualizado em: 
sex, 06/08/2021 - 22:20

Depósitos na conta social digital têm início neste sábado (17) para os aniversariantes de janeiro

 

O Governo Federal antecipou o calendário de transferências e saques da quarta parcela do Auxílio Emergencial 2021 para os trabalhadores que se inscreveram pelos meios digitais e as pessoas que integram o Cadastro Único. A Portaria n. 645, publicada na quinta-feira (15), antecipa em seis dias o início dos pagamentos para os nascidos em janeiro. Antes, eles receberiam em 23 de julho, agora terão os depósitos nas contas digitais neste sábado (17).

O cronograma de transferências continuará no domingo (18) para quem nasceu em fevereiro, antecipando em uma semana os créditos na conta desse público. Os pagamentos são retomados na terça-feira (20) e seguirão diariamente até o fim de julho, com exceção da segunda-feira (26). (confira o calendário abaixo)

A mudança mais significativa será para os nascidos em dezembro, que passam a ter direito à quarta parcela ainda em julho, no dia 30. Antes, quem nasceu no último mês do ano receberia em 22 de agosto.

Calendário de Saques

O calendário de saques também foi antecipado. Originalmente, os trabalhadores nascidos em janeiro poderiam sacar a quarta parcela do Auxílio Emergencial 2021 a partir do dia 13 de agosto. Agora, eles terão essa possibilidade no dia 2 do próximo mês. O cronograma de saques vai até 18 de agosto para os aniversariantes de dezembro.

Vale ressaltar que o cronograma de saques da terceira parcela do Auxílio Emergencial 2021 está em andamento. Na quinta-feira (15), quem nasceu em outubro já teve direito a retirar o dinheiro do benefício. Na segunda-feira (19), o calendário é concluído com os nascidos no último mês do ano.

Não houve mudança no calendário para o público do Auxílio Emergencial 2021 incluído no Bolsa Família. Os repasses continuarão sendo feitos de acordo com o calendário habitual do programa. Em julho, o início dos repasses será na próxima segunda-feira (19) para quem tem Número de Identificação Social (NIS) com final 1.

Balanço

O Governo Federal encerrou o pagamento da terceira parcela do Auxílio Emergencial 2021 no dia 30 de junho. Somando as três etapas de pagamentos, o investimento federal chegou a R$ 26,3 bilhões, incluindo todos os públicos, somando 114,09 milhões de transferências.

Na terceira etapa da operação, foram beneficiadas mais de 37 milhões de pessoas de forma direta, sendo 27,3 milhões de pessoas do Cadastro Único e do Extracad (ingresso através dos meios digitais) e 9,8 milhões de famílias do Programa Bolsa Família, em um investimento de pouco mais de R$ 8,5 bilhões.

Prorrogação do benefício

No dia 5 de julho, o presidente da República, Jair Bolsonaro, editou o Decreto n. 10.740 que prorrogou, pelo período complementar de três meses, o pagamento do Auxílio Emergencial 2021. Instituído pela Medida Provisória n. 1.039, de 18 de março de 2021, o benefício tinha a previsão inicial de ser pago em quatro parcelas, agora chegará a sete parcelas.

Processamento dos cadastros

Parceira tecnológica do Governo Federal, a Dataprev foi acionada pelo Ministério da Cidadania para auxiliar no reconhecimento do direito do cidadão em receber o Auxílio Emergencial. A empresa possui 46 anos de experiência em processamento de grande volume de dados. Saiba mais.

* Com informações do Ministério da Cidadania.